Copa do Brasil - A noite vascaina



Na noite desta quarta-feira a Copa do Brasil estáva mais para Taça Guanabara. Três dos grandes do Rio entraram em campo. Em Salvador o Vitória precisava meter um sacode de 4x0 para levar o jogo para o penaltis. Começou bem, com 1 minuto meteu a primeira bucha, mas deixou o Vasco empatar aos 4 minutos. Então foi aquele banho maria, já que o Vitória só se classificaria encestando mais 5 gols na nau vascaína.

No Maracanã o pó-de-arroz até pensou em dar o troco no time do santo Jorge, mas levou de primeira duas tacadas e foi para o intervalo com a cabeça quente. Na volta o Corinthians já estáva fazendo os planos para enfrantar o Vasco, ou o imponderável Vitória quando o Fluminense resolveu jogar e empatou a partida em 5 minutos. Depois foi só esperar o juiz terminar o jogo e paulistas na semi-final.

Agora em Porto Alegre é que estáva o verdadeiro desafio carioca da noite. O Flamengo desceu até o sul tentando ao menos um empate com gols para se classificar. O jogo foi tenso, do início ao fim, com raras chances de gol por ambas as partes. Até que Juan fez cagada e perdeu a bola para Nilmar, Nilmar que parece uma gazela de tão rápido soltou a bola para o Taison, outra gazela velocista (isso é um elogio do editor, viu?) e Bruno, o goleiro Soneca, teve que buscar a pelota no fundo da rede. Isso antes do final do primeiro tempo, lá pelos 40 e poucos minutos.

No segundo tempo a coisa ficou um pouco mais favorável ao time do urubu. Tanto que aos 30 minutos, bobeada da marcação saci e Emerson guardou, ele tinha entrado a pouco tempo. 1x1 e vaga para o mengão. Emersom se machucou, típico lance de urucubaca. Não sei se foi isso ou o quê, mas o Flamengo recuou e deu espaço para o colorado. Pior, ficou fazendo faltinha besta, daquelas para deixar qualquer torcedor puto da cara, pertinho da area. A cada falta, alguns passos mais próximo da meta de Bruno Soneca, até que aos 43 conseguiram...falta bemmmmmmmmmm pertinho da area. Na cobrança Andrezinho, primo do Peter Tosh, e Dalessandro, o da vós de Filomena. No gol o Soneca. A nação rubro-negra toda secando o Dalessandro, e não é que o Andrezinho que bateu na querida? E meteu no canto, a meia altura, e o que fêz o Bruno? Dormiu...apenas olhou para a nega véia que morreu no seu canto. Dáva para pegar, dáva para saltar, se ele não estivesse tirando uma soneca!

E assim foi a noite carioca na Copa do Brasil. Por questão de uma peça do destino, o time que está na série B é que passou, os demais, o tão falado FLA-FLU, ficou pelo caminho.

Bom, era isso que eu tinha para falar da Copa do Brasil, porque para mim como gremista o que vale mesmo é Libertadores, a copa continental...então até a próxima quarta!

Comentários

  1. Nada é mais gostoso do que ver o Vai Curintia chegar numa final e se fuder.

    E pra isso, vale torcer pro colorado. Sorry rs

    Libertadores é o que vale. Certeza. Será q vejo meu time ganhar uma antes de morrer? ¬¬

    ResponderExcluir
  2. Querida Jenny, se teu time a que se refere é o glorioso de Marechal Hermes, bem...eu te perguntaria se acaso és alguma gata para ter 7 vidas, pois nesta tá difícil!

    Mas como nosso presidente é o Lula, a Dercy Gonçalves já morreu e até o Ronaldo voltou a jogar, tudo é possível...não perca a esperança!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comente a vontade. Aproveite e deixe sua sugestão de postagem!

Postagens mais visitadas