Brasileirão 2009 - Palmeiras

Se antes falei do time de Mano Menezes, agora é a vez do arquirival, o Palmeiras, que este ano está disputando a Libertadores da América e tem um confronto difissílimo contra o Sport Recife na terça-feira. Aliás, este confronto das oitavas-de-finais da Libertadores poderá dizer se o ano será util ou não ao verdão. Vamos a analise.




O Palmeiras tem a sua frente como comandante um técnico experiente em campeonatos nacionais: Wanderlei Luxemburgo. Campeão por 5 vezes, Luxemburgo já treinou vários clubes do Brasil, e até mesmo Real Madrid e seleção brasileira. Porém se me perguntarem o que acho dele, não engrosso o coro da maioria. Para mim Luxemburgo é um excelente técnico sim, mas quando tem a sua disposição um grupo qualificado, ou um clube com muito dinheiro para investir, diferente de Luis Felipe Scolari, que conseguia fazer um grupo limitado render 110%. Também preciso frizar o lado explosivo de Luxemburgo, principalmente com alguns jogadores do elenco de seu clube. Mas na era de pontos corridos, Wanderlei é bi campeão, ganhou um campeonato pelo Santos e outro pelo Cruzeiro. E isso não se pode desprezar!



A defesa do Palmeiras para mim é o ponto mais fraco da equipe. Carente de nomes de peso, a diretoria palmeirense contratou Edmilson, penta campeão mundial pela seleção brasileira. Porém numa infelicidade ele acabou se lesionando, e tudo indica que ficará fora dos gramados por um bom tempo. De peso apenas o goleiro Marcos, palmeirense roxo, que chegou a recusar propostas super interessantes para atuar no exterior. Marcos ainda fáz milagres. Eu digo ainda porque sua forma já não é mais a mesma. Depois de sucessivas lesões, exemplos da dedicação do goleiro em campo, Marcos tem falhado algumas vezes em lances completamente simples. Quem não lembra aquele gol do Tcheco de falta no Brasileirão de 2008 no Parque Antartica? Mesmo assim ter Marcos no gol já é uma certa garantia.



No meio-campo é onde se encontram os principais armadores do time. Cleiton Xavier e Diego Souza fazem esta função. Quando estão bem o meio-campo joga com rapidez, e municia muito bem o ataque. Cleiton Xavier vem sendo criticado pela torcida, mesmo assim foi dele o gol que deu a classificação palmeirense sobre o Colo Colo na Libertadores. Diego Souza é um problema a parte. Na segunda partida pelas semi-finais do Paulistão ele acabou sendo expulso em um lance com Domingos, ambos ex-jogadores do Grêmio. Inconformado Diego foi tirar satisfações de Domingos, e houve um certo exagero do jogador do Palmeiras. Ele foi denunciado por agressão no STJD, e ainda aguarda julgamento. Poderá desfalcar o Palmeiras em todo o campeonato se pegar pena máxima. E sem Diego Souza, o Palmeiras perde muita criatividade e combatividade no meio campo. Até hoje Luxemburgo não achou um atleta que fizesse o que Valdivia fazia.



Já no ataque a coisa não anda muito bem. Keirrison é um jovem de muito talendo e habilidade. Já provou ser artilheiro, e com certeza fará muitos gols no Brasileirão, mas se...não for vendido. Tudo indica que assim que a janela de transferencia abrir para a Europa, a Traffic, que detem a maior parte dos direitos do atleta, irá colocá-lo em algum clube europeu. Pode ser até uma especulação, mas que tudo aponta para este destino, aponta. E se Keirrison for embora, quem será o homem gol palmeirense? A diretoria até agora trouxe apenas Mozart, mas é volante. Segundo os jornais especializados poderá haver uma ótima contratação nos próximos dias. A diretoria nega, Luxemburgo afirma. Então é bom esperar para saber se vem alguém e quem será.



Fazendo um resumo do adversário: O Palmeiras hoje disputa a Libertadores, e como é um torneio de mata-mata poderá até chegar a final, basta saber jogar os confrontos, e terá até a final mais 8 partidas apenas. Já para o Brasileirão, por ser pontos corridos e uma jornada de 38 rodadas, acredito que o Palmeiras precisa contratar urgentemente varios reforços, em varias posições, se quiser brigar pelo titulo. Caso contrário a equipe do Parque Antartica terá grandes dificuldades no certame. Desde as perdas de Cléber, hoje no Cruzeiro, e Valdivia, na Europa, o Palmeiras ainda não encontrou substitutos a altura. Keirrisson já mencionei, e se não for realmente transferido dará um gás a mais ao time.

Como será os confrontos Grêmio x Palmeiras? Duros, como sempre. Não é porque o elenco palmeirense não seja um elenco com cara de campeão que teremos alguma facilidade para enfrentá-los. Basta lembrar que nós próprios temos um time limitado sim, mas que encontra forças para enfrentar clubes mais estruturados. E o Palmeiras é um que usa o mesmo expediente. Espero que o pessoal entenda minha opinião. Claro, poderá muito bem ser campeão, mas daí isso é uma outra história. Basta revermos o Grêmio de 2008, que só não foi campeão com um time super limitado por detalhes. E os detalhes passaram por apenas uma derrota em casa: 2x1 para o Goias, e de virada!

E assim como comentei antes, apeser de gremista, tenho que reconhecer a força dos adversários. O Palmeiras mesmo não estando 100% como tempos atrás, ainda é um adversário poderoso. Então nada melhor que respeitar toda sua tradição!

Comentários

Postar um comentário

Comente a vontade. Aproveite e deixe sua sugestão de postagem!

Postagens mais visitadas