Série - Possíveis adversários do Grêmio na Libertadores

Esta noite assisti ao jogo do Boca Juniors contra o Guarani do Paraguai. O Boca venceu por 3x1. O que me chamou a atenção é que o Boca continua sendo o mesmo time de 2007 em campo. Na verdade, do meio para frente nada mudou, continuam lá Riquelme, Palermo e Palacios. A jogada mais perigosa é a bola longa até Palacios, ou Gaitan, nas pontas e depois centrar a pelota na área. Se der rebote sempre tem algum avante na espera.



Riquelme é o mesmo. Protege bem a bola, e busca sempre receber a falta, sem contar que continua apitando o jogo. Na zaga é que o Boca é fraco. Mas isso todos já sabemos. Para se forçar esta retarguarda portenha é preciso manter a pressão e objetividade.

O que mais me impressionou foi o modo do Boca jogar. Dá migué o jogo todo, e quando o adversário menos espera eles aceleram o jogo, entram na área e...gol!

Segredos para vencer este adversário? Jogar com seriedade e matar na hora que puder. Não dar chance de reação. Se impor desde o inicio e não se deixar levar pelo jogo lento do Boca. Fazendo isso é meio caminho para a vitória. Ano passado o Fluminense de Renato Gaucho fez isso e se deu bem, tanto na Bomboneira como no Maracanã!

Comentários

Postagens mais visitadas