Sapucaiense 0x2 Gremio - Gauchão 2009 - 15.03.09


Dias atrás já havia alertado para o fato de Celso Roth preferir escalar um time misto para enfrentar o Sapucaiense. Fiz inclusive um paralelo, se não era melhor colocar os titular para pegar entrosamento e corrigir as falhas de finalização, ou o melhor seria usar um time reserva. Bem, Roth preferiu o misto. E um misto digno de um técnico como ele, que tem a visão de jogo completamente diferente do resto da torcida gremista.



Para enfrentar o "poderoso" Sapucaiense, vice lanterna no Gauchão, Roth cometeu erros crassos na escalação. Primeiro escalou um time completamente defensivo, com três zagueiros e três volantes, e mesmo assim a Sapucaiense assustou a zaga gremista. Com três volantes, dois atuando mais a frente, era óbvio que o ataque, com Herrera e Jonas, sofreria bastante. Makelele até armou algumas jogadas, sendo escolhido o melhor em campo em algumas radios que transmitiram o jogo, mas nem ele, muito menos Maylson e o jovem Julio César, são meio-campistas ofensivos.

Este foi o primeiro erro do Roth. O segundo é consequencia do primeiro. Deixou o unico armador ofensivo no banco, Douglas Costa. E só foi utiliza-lo aos 40 minutos do segundo tempo. Claramente uma atitude desrespeitosa para com o atleta, e com a torcida também.

Reinaldo até entrou no lugar de Jonas, e Maxi Lopez no lugar de Herrera, que começou o jogo gripado, mas ambos não acrescentaram nada ao ataque justamente porque o homem de meio ofensivo entrou apenas aos 40 minutos, quando todos já haviam abdicado do jogo!

Mesmo com estes erros crassos, o Grêmio abriu o placar aos 11 minutos, após escanteio cobrado por Jadilson, Léo subiu e cabeceou para as redes. Gol de zagueiro. O segundo veio de uma excelente jogada individual de Makelele aos 35 minutos ainda do primeiro tempo.

Já o segundo tempo o que vimos foi um Grêmio completamente desentrosado, e uma falta de objetividade ofensiva incrivel, contra um adversário que poderia o tricolor ter jogado com dois zagueiros e apeans um volante que mesmo assim goleava.

Tá, já sabemos que para Celso Roth o que vale é a Libertadores. Mas convenhamos, será que ele, o Roth, fáz essas lambanças para provocar a torcida? Ou será que ele é realmente um técnico com sérios problemas de narcisismo crônico?

Seja como for, o Grêmio está anos luz de ser aquele Grêmio que sempre viamos jogar. Que respeitava o adversário, mas que colocava em campo toda sua superioridade. Este Grêmio de hoje está muito parecido com um time do interior, sem identidade alguma. E todos sabemos de quem é a culpa.

fotos gremio e sapucaiense gauchao 2009
fotos gremio e sapucaiense gauchao 2009
fotos gremio e sapucaiense gauchao 2009
fotos gremio e sapucaiense gauchao 2009
fotos gremio e sapucaiense gauchao 2009
fotos gremio e sapucaiense gauchao 2009
fotos gremio e sapucaiense gauchao 2009
fotos gremio e sapucaiense gauchao 2009
fotos gremio e sapucaiense gauchao 2009
fotos gremio e sapucaiense gauchao 2009

Ficha do Jogo:

Sapucaiense: Eliandro, Rudi, Cirilo e Lacerda; Gian (Douglas), Zé Luiz, Evandro (Lucas), Jhon e Eloir (Dione); Adão e Rodrigo Galvão Tec Cirio Quadros

Grêmio : Marcelo Grohe; Léo, Rafael Marques e Thiego; Ruy, Júlio César, Makelele, Maylson e Jadílson; Jonas (Reinaldo) e Herrera (Maxi López).

Gols: Léo, aos 11, e Makelele, aos 35 minutos do primeiro tempo.
Cartões amarelos: Dione (Sapucaiense).
Estádio: Cristo Rei, em São Leopoldo (RS). Data: 15/03/2009. Horário: 16h (de Brasília). Árbitro: Márcio Coruja. Auxiliares: João Lúcio de Souza Júnior e Edson José Arnhold.

Comentários

Postagens mais visitadas