O Ataque (de riso) do Gremio

Seria cômico, se não fosse trágico, já resa a expressão popular, mas é a mais pura verdade. O ataque gremista hoje é um ataque de riso. As vezes risos cômicos, outras risos irônicos, e também na maioria risos de raiva, de nervosismo. Como podem perder tantos gols?

Pensem: são atletas, que treinam e ganham muito bem para fazer apenas uma coisa, jogar futebol. E todos, até mesmo as crianças de 3 anos sabem que o objetivo principal no futebol e chutar a bola entre as traves do gol adversário. Pois é, simples assim, mas no Grêmio não é!

Ouvi gente dizendo que precisamos de um psicólogo, para colocar a cabeça dos jogadores focadas na tranquilidade e serenidade, daí sim a bola entraria. Não lembro, sinceramente, do uso de psicólogos lá nos anos 80, quando jogador de futebol treinava menos, ganhava menos e ainda saia para a gandaia muitas e muitas vezes. Lembro de ver jogadores do próprio Grêmio fumando no Olímpico, alguns tomando cerveja na concentração, quando ainda se concentravam no estádio. E nem por isso chegavam em campo e erravam tantos gols.

Então o que falta a eles é vontade e responsabilidade. É muito fácil errar gols e mais gols e chegar final de mês e ter aquela bolada toda depositada na conta corrente. Ter belas mulheres em seus pescoços e viver uma vida de rei. Parece que o dificil é agradar a torcida, aquela que paga todas estas regalias aos boleiros.

Uma vez eu disse que não se faziam mais craques como antigamente. Hoje os idolos da nova geração de torcedores gremistas são Sandro Goiano e Tcheco, dois jogadores que no máximo venceram gauchão, e no caso do Sandro Goiano, uma série B. Isso é muito pouco para um time como o Grêmio, um time multicampeão e competitivo. Precisamos de novos idolos, jogadores que entrem em campo e esmaguem os adversários. Ter respeito por um adversário é uma coisa completamente diferente de ter medo do mesmo. Na Bolívia o Grêmio teve medo do adversário assim que sofreu o empate. Até sua comissão técnica sentiu. Mas se as bolas tivessem entrado ao menos a metade, quando o Aurora empatou era para estar uns 4x0 já.

É fundamental que os jogadores, além de treinar mais e mais, admitirem que andam tendo pouca vontade e objetividade em campo, antes de enfrentar equipes mais qualificadas, porque até agora a unica equipe qualificada que nos enfrentou nos venceu duas vezes, e não preciso citar o nome do time, não é mesmo?

Acordem agora, jogadores e comissão técnica, antes que o ano acabe mais cedo!

Comentários

  1. Hoje ; os melhores jogadores,eu disse os melhores ,não os craques, estão jogando fora do país.Os grandes craques brasileirso viveram no passado .Hoje, tmos bons jogsdors,apenas.Na verdade, os jogadores que jogam nos maiores clubes brasileiros não podem ser considerados medrosos, e ou nirresponáveis.O fato é que não se pode cobrar mais do que eles podem oferecer.Se voce planta pouco,não pode produzir muito.Os clubes so podem exigir de seus jogadores aquilo que eles são capazes de produzir.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comente a vontade. Aproveite e deixe sua sugestão de postagem!

Postagens mais visitadas