Grêmio joga mal mas vence no Olímpico

No confronto de opostos, deu a lógica. O Grêmio fez o mínimo para garantir a liderança isolada do Campeonato Brasileiro ao aplicar 1 a 0 no Ipatinga, gol de Perea, na noite desta quarta-feira, no Olímpico. O adversário, que teve boa atuação no primeiro tempo, não consegue nenhum ponto no Sul e permanece na última colocação.

Chegando aos 38 pontos, o time comandado pelo técnico Celso Roth alcançou a 11ª vitória na competição e a invencibilidade já dura nove partidas. Ao contrário do elenco mineiro (13), que sofreu a 11ª derrota e não tem chance de sair da zona do rebaixamento no primeiro turno.

Na próxima rodada o Grêmio tentará confirmar a grande campanha no sábado (9/8), contra o Atlético-MG no Mineirão. Já o Ipatinga, em casa, fará o duelo dos desesperados com o Fluminense, domingo.

Sem medo do líder, o Ipatinga começou cheio de disposição, indo pro ataque, e Beto, de cabeça, quase marcou no primeiro minuto. Mas o Grêmio respondeu com mais eficiência, e aos 3min Perea recebeu - em posição duvidosa - e bateu certeiro no canto esquerdo: 1 a 0. Os donos da casa buscavam ampliar o placar, mas não encontravam espaços na defesa adversário, bastante fechada.

Tranqüilo demais com a vantagem, o Tricolor cometia muitos erros individuais e era surpreendido pelo bom toque de bola do Ipatinga, que tinha mais domínio. Pressionada, a equipe gaúcha teve dificuldades para criar um lance ofensivo, mas Victor, com a segurança de sempre, garantiu o resultado no primeiro tempo.

Depois de muito trabalho para parar as investidas do Ipatinga, o zagueiro Pereira pedia calma aos companheiros. "Eles estão atacando sem compromisso, e assim sempre sobra um livre na frente. Está complicado, temos que explorar a posse de bola", considerou.

O Grêmio voltou para a etapa final marcando melhor, controlando o meio-de-campo e encurralando o rival. Sem conseguir faltas perto da área, as forças do Ipatinga pareciam ter acabado. Com o passar do tempo, o Grêmio passou a arriscar menos, administrando a vitória.

Mais preocupado em não sofrer o segundo gol, o time mineiro avançavam pelas pontas, mas com pouca gente na frente, esperavam a chance de encaixar um contra-ataque. O Grêmio quase ampliou com Mattioni aos 39, quando este driblou o goleiro mas bateu para fora. Sem correr riscos, o time só aguardou o apito final para comemorar a permanência na primeira colocação do Brasileiro.

Fonte Uol Esportes


Comentários

Postagens mais visitadas