Grêmio fecha turno com melhor campanha da era dos pontos corridos

Quando o Campeonato Brasileiro começou, no dia 10 de maio, nem o torcedor mais fanático do Grêmio apontaria a sua equipe como favorita ao título. O técnico Celso Roth iniciou o certame ameaçado no cargo, depois dos vexames no Campeonato Gaúcho e a na Copa do Brasil.



Três meses depois, o clube gaúcho termina o primeiro turno da competição na liderança, cinco pontos à frente do segundo colocado Cruzeiro. E não pára por aí: apresenta a melhor campanha desde que o Nacional passou a ser disputado por pontos corridos, em 2003.

Em 19 rodadas, o Grêmio somou 41 pontos (12 vitórias, cinco empates e apenas duas derrotas), um aproveitamento de 71,9%. Em 2007 e 2006, o São Paulo terminou o primeiro turno com 40 e 38 pontos, respectivamente.

Nos anos anteriores, eram mais jogos no primeiro turno, já que o Brasileirão tinha mais de 20 times. Em 2005, o Corinthians conquistou 67% dos pontos que disputou na primeira metade do campeonato; em 2004, o Santos somou 59% e, em 2003, o Cruzeiro ganhou 68%.

Na era dos pontos corridos, a equipe 'campeã' do primeiro turno levantou a taça ao final do certame. "É um título simbólico, mas nos enche de orgulho", declarou o capitão Tcheco, depois da imponente goleada por 4 a 0 sobre o Atlético-MG, no Mineirão, no último sábado.

"Sabemos que temos muito caminho a percorrer. A segunda parte será mais árdua. Vai aparecer o desespero de alguns, e outros virão mais reforçados", alertou o meio-campista.

A excelente campanha gremista tem como pilares a melhor defesa e o melhor ataque. O tricolor gaúcho sofreu apenas 12 gols, sete a menos do que Botafogo, Coritiba, Cruzeiro e Flamengo, times que vêm na seqüência como os menos vazados.

Contratado junto ao Paulista, de Jundiaí (SP), Victor é um forte candidato a ser o melhor goleiro do Brasileirão. "É claro que estou muito feliz, mas é preciso parabenizar o pessoal da frente, que tem sido muito eficiente nas finalizações, além de ajudar na marcação", declarou o camisa 1, que participou de todos os jogos.

Conhecido como retranqueiro, o técnico Celso Roth demonstra o contrário nesse campeonato. Sua equipe marcou 35 gols, dois a mais do que o São Paulo, que conta com o segundo melhor ataque do Nacional.

Além disso, o Grêmio é o time que mais desarma no campeonato (133,6 desarmes por jogo), o que mais comete faltas (24,6 por jogo), o que mais acerta cruzamentos na área (27,4% de aproveitamento por jogo), o que mais realiza passes para finalização (3,1 por jogo) e é o único que ainda não teve nenhum atleta expulso, segundo o Datafolha.

Em compensação, é a segunda equipe que menos realiza passes (237 por jogo) e tem o pior percentual de acerto nesse fundamento (77,2%). Ou seja, é um time objetivo, que troca pouco a bola, marca muito e parte para o gol com velocidade.

Comentários

Postagens mais visitadas