Vôo JJ3054 - Um ano atrás

Hoje, dia 17 de julho, fáz um ano do maior acidente da história da aviação brasileira. Naquele final de tarde do dia 17 de julho de 2007 a aeronave Airbus 320 da TAM, vôo JJ 3054, proveniente de Porto Alegre para São Paulo, não conseguiu parar na pequena pista de Congonhas e acabou chocando-se com o predio da TAM Express, situado fora do aeroporto. No acidente 199 pessoas morreram, entre passageiros, tripulação e funcionários da TAM Express. Até hoje não houve acordos de indenizações, e nem houve punição aos responsáveis, apenas há a dor da perda destas 199 familias. Abaixo segue um video homenageando uma das vítimas em questão, a jovem Rebeca Haddad, 14 anos, que na ocasião carregava em sua mala 5 camisetas do Grêmio, para usá-las nas férias em São Paulo, na casa de sua amiga Thais Volpi Scott, também de 14 anos. Segundo seu pai, Rebeca era gremista fanática. Seu quarto era uma extenção do clube, todo decorado com as cores e os produtos do Grêmio. No campeonato brasileiro do ano passado, a Geral homenageou tanto Rebeca como todas as demais vítimas daquele vôo trágico.



Hoje, ao completar um ano daquele trágico acidente, nos perguntamos: e os responsáveis, serão punidos? O que acontecerá com a aviação civil? Até agora o que vimos é o esquecimento quase total dos fatos, o que comprova que no Brasil a memória de seu povo é curta. Não deixe essa memória continuar assim. Relembrar é imperativo para que tenhamos autoridades mais honestas e competentes em todas as esferas. Faça sua parte, não deixe a história morrer!

Deixo aqui meu pesar para todas as famílias das vítimas, e para eles que se foram deixo meus singeros desejos de páz e descanço na eternidade.

Comentários

Postagens mais visitadas