O jogo de hoje, um belo jogo!

Muitas discussões acaloradas pela internet esta semana, depois do empate em Recife por 2x2, questionavam o comando de Celso Roth no Grêmio, e a qualidade dos jogadores, associando isso tudo ao fraco desempenho da equipe na forma táctica e técnica. Muitos saírem em defesa do time, pregando o apoio incondicional aos profissionais que lá estão defendendo as cores do clube, outros, porém, criticaram duramente o estilo de jogo, a falta de treinamento específico e principalmente as escolhas do técnico Roth em relação à escalação e esquema de jogo!

Bem, contra o Cruzeiro notou-se uma diferença absoluta para os demais jogos do tricolor. Assim que a bola começou a rolar, todos viram uma entrega total da equipe com o jogo, e principalmente jogadas articuladas. Viram os laterais, Anderson Pico e Paulo Sérgio, fazendo exatamente o que alas devem fazer: puxar contra-ataques e cruzar. Alem destas duas características é fundamental o ala estar chegando de surpresa no ataque, e vimos isso quando Paulo Sergio pegou uma bola de primeira no cruzamento do Rafael Carioca. Um bonito gol e muito merecido, pois Paulo Sérgio pode ser limitado, mas ninguém pode duvidar de sua entrega nos jogos.

Pelo meio o Grêmio fez, no primeiro tempo, uma marcação bem próxima e assim evitou a maioria das jogadas em velocidade do Cruzeiro, que é um time muito rápido e jovem. A zaga quase chegou a perfeição, pois no primeiro tempo Vitor até poderia ter ido para as arquibancadas assistir ao jogo, pois não teve trabalho algum.

No segundo tempo o Cruzeiro acordou e começou martelando a zaga gremista. Vitor, que no primeiro tempo nada fez, começou a trabalhar. Aos 13 minutos o Grêmio voltou ao ataque com força, primeiro numa bobeada do zagueiro cruzeirense, que recuou errado a bola para Fabio, Perea entrou sozinho e tentou encobrir o arqueiro cruzeirense e espalmou para escanteio, logo em seguida André Luis recebeu cruzamento e bateu de primeira, mais uma vez Fabio fez milagre. Então Roth tirou Perea e colocou Reinaldo. O jogo então ficou nervoso, catimbado. O Grêmio na marcação forte, e o Cruzeiro acelerando o jogo. Makelele entrou e saiu André Luis, e mais uma vez Roth se mostrou mais preocupado com o resultado parcial do que ir para cima do Cruzeiro e buscar definir logo a partida. Mas a bola tem suas surpresas!

Surpreendentemente Makelele não só supriu bem a ala esquerda como virou um ala-ponteiro. Ele simplesmente infernizou a zaga cruzeirense, e com a marcação do Grêmio firme e segura, o time começou a martelar o Cruzeiro, mais do que no primeiro tempo. Da metade do segundo tempo em diante o Grêmio simplesmente se impôs em campo, e mesmo com a insistência cruzeirense, o tricolor segurou a vitória jogando para frente, do jeito que a torcida quer!
Pontos positivos do jogo: Paulo Sérgio que neste jogo mostrou qualidade sim, porque vontade sabemos que ele tem. Reinaldo que voltou muito bem depois de mais de 50 dias parado, e por fim Makelele, que apareceu muito bem como ala e ponteiro.

Acho que com a chegada de Orteman e Souza, e mais algum atacante de referência, o grupo ta forte e consistência para o restante do campeonato e para a Sul-americana. E convenhamos, parece que nosso treinador resolveu treinar seus pupilos, e se não fossem alguns ajustes técnicos nos fundamentos, como domínio de bola, finalização e passe, o time hoje teria sido perfeito.

Comentários

Postagens mais visitadas